• Tajá

Jogos universitários servem como vitrine para jovens atletas do Amapá

Atualizado: 29 de Mai de 2019

Etapas regional e nacional dos jogos são oportunidades para universitários mostrarem seu potencial no esporte


Por Gabriel Dias


Sabe o que os medalhistas olímpicos Maurren Maggi, Robson Caetano, Sarah Menezes e Arhtur Zanetti têm em comum? Todos eles começaram no esporte disputando os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs). A competição é considerada o maior evento esportivo voltado exclusivamente para os alunos das universidades no país.

Ester Santos, atleta universitária representou o Amapá em Maringá- Foto: José Vasconcelos

O foco principal dos JUBs é incentivar a prática do esporte universitário com fins educativos e competitivos, além de possibilitar a identificação de talentos nas Instituições de Ensino Superior para o cenário nacional e internacional.


No Amapá, a etapa local dos jogos universitários acontece durante todo o mês de maio com a disputa das modalidades coletivas valendo vaga para etapa nacional dos JUBs. São 5 instituições de ensino superior públicas e privadas disputando em quatro modalidades no feminino e masculino.


Foto: José Vasconcelos

Esta etapa da competição reúne cerca de 150 universitários-atletas, da Universidade Federal do Amapá, Universidade do Estado do Amapá, Estácio/Seama, Estácio/Famap e UNIP Macapá. São disputadas as modalidades basquete, futsal, handebol e vôlei nos naipes masculino e feminino.

O presidente da Federação Acadêmica de Desporto do Amapá (FADAP), Olivaldo Ataíde Nunes, explicou que a fase estadual serve como classificatória para a fase regional, de onde sairão as equipes do Norte que participarão do JUBs Fase Final, que neste ano acontecerá no mês de outubro em Salvador, na Bahia. “Nesta etapa, as instituições de ensino estão competindo as modalidades coletivas, que são basquete, vôlei, handebol e futsal, mas também teremos a seletiva em outros esportes”, lembrou.


Segundo Ataíde, o calendário de disputas das modalidades individuais, para desporto, jogos eletrônicos ainda está em definição.

Visibilidade nacional

Ester Santos treinando no time feminino de Handbol da Unifap- Foto: José Vasconcelos

Os jogos universitários se tornaram a chance para que jovens de todo o Brasil possam competir em alto nível uma modalidade esportiva.


Uma das atletas amapaenses que já teve a oportunidade de representar o Estado na etapa nacional dos jogos universitários foi a estudante de jornalismo Ester Santos, 19 anos, que faz parte da equipe de handebol da Universidade Federal do Amapá que conquistou o terceiro lugar na conferência Norte do JUBs e levou uma das vagas da Região Norte na fase nacional dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) de 2018, que aconteceu em Maringá, no Paraná.

Ester Santos faz parte da equipe de Handbol da Unifap - Foto: José Vasconcelos

A equipe feminina foi a única do estado que conseguiu classificação nas quatro modalidades coletivas naquele ano. Para Ester, representar o Estado lhe proporcionou aprendizado e evolução no esporte, já que a equipe jogou contra grandes nomes dentro do esporte.


- A etapa final foi pra mim a realização de um sonho pessoal. Nós sempre assistimos na TV ou na internet os nossos ídolos mas nunca imaginamos a possibilidade de jogar contra eles, isso aconteceu comigo, tivemos a honra de enfrentar em quadra a campeã mundial de 2012 Hannah Nunes, a partida foi transmitida e comentada pela CBDU. Isso sem contar todo o tratamento que recebemos na cidade, é para nós amadores uma oportunidade de conhecer de perto o que os profissionais vivem – relatou a atleta.


“Nós sempre assistimos na TV ou na internet os nossos ídolos mas nunca imaginamos a possibilidade de jogar contra eles”

Para 2019, a equipe feminina de handebol está realizando uma preparação intensa para tentar melhorar os resultados da última edição dos jogos. “Contamos com uma média de quatro treinos semanais, e um novo técnico. Estamos fazendo muitos amistosos, e até mesmo intercâmbio, para adquirir maior ritmo de jogo, e também uma maior rotatividade no time, já que nesse ano contamos com novas atletas pra somar conosco”, destacou Ester Santos.


Oportunidade de ser profissional

Paloma dos Santos faz parte da equipe femina de futsal da Unifap nos Jogos Universitários

Essa visibilidade é a chance de muitos atletas conseguirem chegar à uma carreira profissional no esporte. É o caso da estudante de educação física, Paloma dos Santos Araújo, 18 anos, também é uma das atletas universitárias que almeja a ascensão e o reconhecimento através dos jogos universitários. A atleta faz parte do time de futsal feminino da UNIFAP e tenta pela segunda vez seguir para a etapa regional dos jogos universitários representando a instituição.

“Eu acredito que há muitos talentos dentro da universidade, talentos que com incentivo podem render em futuros atletas olímpicos”

“Eu acredito que há muitos talentos dentro da universidade, talentos que com incentivo podem render em futuros atletas olímpicos, pois essas competições, além de ajudar na formação psicológica do atleta, aumentam o nível técnico e trazem novas e diferentes experiências", afirmou.

Vinicius Cantidio durante partida da etapa regional dos JUB Foto: Barbara Marinas

Outro estudante que está participando dos jogos neste ano é Vinicius Cantidio Monteiro, 19 anos, que faz parte da equipe masculina de basquete da faculdade Estádio Seama. O estudante já participou de inúmeras competições como campeonatos estaduais, brasileiros, regionais e jogos escolares.


Apesar de praticar o esporte como forma de lazer, Cantidio acredita que os jogos universitários proporcionam um leque de possibilidades para que os atletas os quais sonham em alcançar o profissionalismo mostrem o seu potencial. “Nessa competição as possibilidades aumentam, pois existem olheiros que vão para esse tipo de competição observar o desempenho de atletas podendo assim oportunizar alguns com o convite para jogar em times profissionais”, frisou o jovem atleta.

277 visualizações