• Tajá

Governo francês alerta que luzes de LED afetam retina e a qualidade de sono

Por Monalice Nogueira - Editora de Ciência e Tecnologia


A agência pública francesa responsável pela segurança sanitária de Alimentos, Meio Ambiente e Trabalho (Anses) alertou que alguns tipos de Luzes de LED que apresentam uma “luz azul”, tiveram um aumento considerável no consumo nos últimos anos. E essa mesma luz possui um efeito tóxico na retina e ainda afeta o sono.


A agência francesa já havia relatado sobre os riscos dessas luzes artificiais no ano de 2010, e partir disso dados científicos confirmaram o prejuízo aos olhos e a saúde.


Apesar de todos os alertas o uso das luzes de LEDs só aumenta a cada dia, e estão presentes em lâmpadas domésticas, faróis de carros, lanternas, brinquedos, telas de celulares, tablets e computadores.


A pesquisadora da Anses, Dina Attia, salienta que além dos efeitos sobre o sono, os usos inadequados das luzes de led podem causar grandes consequências sobre os ritmos biológicos, sendo possível desenvolver doenças como diabetes, doenças cardiovasculares e até mesmo câncer.


A agência oferece como recomendação ter preferência pelas luzes “brancas quentes” e se limitar a exposição a intensa luz azul das telas de LED, principalmente à noite antes de dormir.

Acervo wix

10 visualizações